FUVEST 2006 – Questão 2

Linguagens / Literatura / Comparações - Obras, estilos, autores e outros / Mesma escola literária
Ele se aproximou e com voz cantante de nordestino que a emocionou, perguntou-lhe:
—E se me desculpe, senhorinha, posso convidar a passear?
—Sim, respondeu atabalhoadamente com pressa antes que ele mudasse de idéia.
—E, se me permite, qual é mesmo a sua graça?
—Macabéa.
—Maca — o quê?
—Bea, foi ela obrigada a completar.
—Me desculpe mas até parece doença, doença de pele.
—Eu também acho esquisito mas minha mãe botou ele por promessa a Nossa Senhora da Boa Morte se eu vingasse, até um ano de idade eu não era chamada porque não tinha nome, eu preferia continuar a nunca ser chamada em vez de ter um nome que ninguém tem mas parece que deu certo — parou um instante retomando o fôlego perdido e acrescentou desanimada e com pudor — pois como o senhor vê eu vinguei... pois é...
—Também no sertão da Paraíba promessa é questão de grande dívida de honra.
Eles não sabiam como se passeia. Andaram sob a chuva grossa e pararam diante da vitrine de uma loja de ferragem onde estavam expostos atrás do vidro canos, latas, parafusos grandes e pregos. E Macabéa, com medo de que o silêncio já significasse uma ruptura, disse ao recém-namorado:
—Eu gosto tanto de parafuso e prego, e o senhor?
Da segunda vez em que se encontraram caía uma chuva fininha que ensopava os ossos. Sem nem ao menos se darem as mãos caminhavam na chuva que na cara de Macabéa parecia lágrimas escorrendo.
Clarice Lispector, A hora da estrela.
Ao dizer: “(...) promessa é questão de grande dívida de honra”, Olímpico junta, em uma só afirmação, a obrigação religiosa e o dever de honra. A personagem de Sagarana que, em suas ações finais, opera uma junção semelhante é
a) Major Saulo, de “O burrinho pedrês”.
b) Lalino, de “Traços biográficos de Lalino Salãthiel ou A volta do marido pródigo”.
c) Primo Ribeiro, de “Sarapalha”.
d) João Mangolô, de “São Marcos”.
e) Augusto Matraga, de “A hora e vez de Augusto Matraga”.

Veja outras questões semelhantes:

FUVEST 2010 – Questão 75
Na figura, os pontos A, B, C pertencem à circunferência de centro O e BC = a. A reta OC↔ é perpendicular ao segmento AB¯ e o ângulo AO^B mede π/3 radianos. Então, a área do triângulo ABC vale a) a28 b) a24 c) a22 d) 3a24 e) a2
FUVEST 2009 – Questão 86
O que consome mais energia ao longo de um mês, uma residência ou um carro? Suponha que o consumo mensal de energia elétrica residencial de uma família, ER, seja 300 kWh (300 quilowatts . hora) e que, nesse período, o carro da família tenha consumido uma energia EC, fornecida por 180 litros de gasolina. Assim, a razão EC/ER será, aproximadamente, Dado: Calor de combustão da gasolina ≅ 30 000 kJ/litro 1kJ = 1 000 J a) 1/6 b) 1/2 c) 1 d) 3 e) 5
FUVEST 2017 – Questão 53
A reação da pessoa, ao pisar descalça sobre um espinho, é levantar o pé imediatamente, ainda antes de perceber que o pé está ferido. Analise as afirmações: I. Neurônios sensoriais são ativados, ao se pisar no espinho. II. Neurônios motores promovem o movimento coordenado para a retirada do pé. III. O sistema nervoso autônomo coordena o comportamento descrito. Está correto o que se afirma em a) I, II e III. b) I e II, apenas. c) I, apenas. d) II, apenas. e) III, apenas.
FUVEST 2015 – Questão 45
A trajetória de um projétil, lançado da beira de um penhasco sobre um terreno plano e horizontal, é parte de uma parábola com eixo de simetria vertical, como ilustrado na figura. O ponto P sobre o terreno, pé da perpendicular traçada a partir...
FUVEST 2006 – Questão 24
João, Maria e Antônia tinham, juntos, R$100.000,00. Cada um deles investiu sua parte por um ano, com juros de 10% ao ano. Depois de creditados seus juros no final desse ano, Antônia passou a ter R$11.000,00 mais o dobro do novo capital de João....