ENEM Linguagens e Humanas 2020 – Questão 45

Linguagens / Português
   Viajo Curitiba das conferências positivistas, elas são onze em Curitiba, há treze no mundo inteiro; do tocador de realejo que não roda a manivela desde que o macaquinho morreu; dos bravos soldados do fogo que passam chispando no carro vermelho atrás do incêndio que ninguém não viu, esta Curitiba e a do cachorro-quente com chope duplo no Buraco do Tatu eu viajo.
   Curitiba, aquela do Burro Brabo, um cidadão misterioso morreu nos braços da Rosicler, quem foi? quem não foi? foi o reizinho do Sião; da Ponte Preta da estação, a única ponte da cidade, sem rio por baixo, esta Curitiba viajo.
   Curitiba sem pinheiro ou céu azul, pelo que vosmecê é — província, cárcere, lar —, esta Curitiba, e não a outra para inglês ver, com amor eu viajo, viajo, viajo.
TREVISAN, D. Em busca de Curitiba perdida.
Rio de Janeiro: Record, 1992.
 
A tematização de Curitiba é frequente na obra de Dalton Trevisan. No fragmento, a relação do narrador com o espaço urbano é caracterizada por um olhar
a) destituído de afetividade, que ironiza os costumes e as tradições da sociedade curitibana.
b) marcado pela negatividade, que busca desconstruir perspectivas habituais de representação da cidade.
c) carregado de melancolia, que constata a falta de identidade cultural diante dos impactos da urbanização.
d) embevecido pela simplicidade do cenário, indiferente à descrição de elementos de reconhecido valor histórico.
e) distanciado dos elementos narrados, que recorre ao ponto de vista do viajante como expressão de estranhamento.
Esta questão recebeu 5 comentários

Veja outras questões semelhantes:

Base dudow 2000 – Questão 52
Prevenção Contra Assaltos ...
FUVEST 2006 – Questão 4
No trecho “mas minha mãe botou ele por promessa”, o pronome pessoal foi empregado em registro coloquial. É o que também se verifica em: a) “— E se me desculpe, senhorinha, posso convidar a passear?” b) “— E, se me permite, qual é mesmo a sua graça?” c) “— Eu gosto tanto de parafuso e prego, e o senhor?” d) “— Me desculpe mas até parece doença, doença de pele.” e) “— (...) pois como o senhor vê eu vinguei... pois é...”
Base dudow 2000 – Questão 60
Manuel Bandeira escreveu vários poemas sobre a cidade do Recife. Graciliano Ramos tomou continuamente a natureza nordestina como paisagem. Assinale a alternativa que melhor expressa essa igualdade. ...
Base dudow 2000 – Questão 52
Assinale a série em que estão devidamente classificadas as formas verbais em destaque: "Ao chegar da fazenda, espero que já tenha terminado a festa." a) futuro do subjuntivo – pretérito perfeito do indicativo. b) infinitivo – presente do subjuntivo. c) futuro do subjuntivo – presente do subjuntivo. d) infinitivo – imperfeito do subjuntivo. e) infinitivo – pretérito perfeito do subjuntivo.
UNIFESP port e inglês 2009 – Questão 22
As interrogações iniciais do texto questionam a) a dissociação entre palavrão e cultura. b) se palavrão é realmente linguagem. c) o status de um palavrão. d) o impacto da utilização do palavrão. e) a necessidade de se empregar um palavrão.